Escavações

BERNARDO STUMPF

CênicaBolsa completa

O projeto "Escavações" é inédito - Foto de trabalho anterior (Jimmy, The Jungle Beast)

Datos del proyecto / dados do projeto

As “Escavações” são uma pesquisa inédita que investigam motivos, mergulham nas mitologias do corpo para buscar “o que move”/”o que faz mover”. Essa pesquisa não se foca em técnicas, códigos ou desconstruções do movimento; apropria-se de Filosofia, Teoria Crítica e Mitologia, visando uma retomada do corpo ao que lhe é próprio - à imperfeição daquilo que não é coagido, à dor no encontro com as forças do mundo, ao corpo afetado - e direcionando-se ao gesto disforme, extraviado, inumanizado. Buscam-se posturas sem sentido e sem finalidade que produzam embates entre corpos, não como destruição ou representação, mas como afetação. Esse espaço de afetações e apropriações realiza uma escavação na corporeidade, um profundo mergulho nas camadas de carne, sangue e essência, bem como de costumes, morais e regras, entre outras naturezas/culturas que enquadram o homem na vida/sociedade. As “Escavações” partem de uma questão hipotética: Será preciso produzir um corpo “morto” para que este seja atravessado por outras forças?

Este projeto foi convidado para: - Interações Ambientais | Residências Artísticas (Itacaré/BA – Maio 2012); - AULA residência e oficina Capacete (Rio de Janeiro – Junho/Setembro/Novembro 2012); - Rio Artists Occupation London (Londres/UK – Julho 2012).

Propuesta de taller o actividad con la comunidad / Proposta de oficina ou atividade para a comunidade

Oficina colaborativa de pesquisa e criação que propõe encontros com corporalidades e gestualidades latentes nos participantes, aquilo que marca o título do projeto: Escavações corporais. Esse processo se dá através da imersão em afetações que possam provocar estados de motivação, centradas na ideia de: “o que te move?” – “o que te faz mover?”. Não existem métodos e procedimentos pré-estabelecidos, visto que a força do encontro, que depende diretamente dos indivíduos e de suas próprias concepções, percepções e interpretações do tema, bem como de suas relações com o coletivo, condicionará gradualmente as necessidades e vontades de ação. Alguns procedimentos são a realização de jogos individuais e coletivos; divisão em grupos menores que possam trabalhar em diferentes subtemas para apresentação de produtos que serão discutidos e transformados; encorajamento de propostas, ações e criações individuais e por diante, organização de fluxos abertos e livres de pesquisa coletiva.

O projeto "Escavações" é inédito - Foto de trabalho anterior (Jimmy, The Jungle Beast)
O projeto "Escavações" é inédito - Foto de trabalho anterior (Jimmy, The Jungle Beast)
O projeto "Escavações" é inédito - Foto de trabalho anterior (Jimmy, The Jungle Beast)

Sobre o artista

Residente no eixo Rio de Janeiro/Curitiba. Interessa-se pela investigação de formas e condições de construção de matéria sensível, conectadas a tecnologias e diferentes modos de comunicação. Parecerista do Fundo Municipal de Cultura de Petrópolis (Artes Cênicas, Artes Visuais e Transversalidades da Cultura). Graduado em Dança na UniverCidade/RJ. Convidado para o Rio Artists Occupation London, evento paralelo às Olimpíadas de Londres, no qual 30 artistas do Rio de Janeiro ocuparão espaços públicos e centros culturais de Londres.
• Artista residente do espaço Cafofo Couve-Flor – PR (2011);
• Criador e Performer de Jimmy, The Jungle Beast (obra resultante da pesquisa do Programa Rumos Dança);
• Instrutor e Performer no Prisma-Forum México 2009;
• Criador e Performer de Dinâmicas do Corpo Urbano (projeto subsidiado pelo Programa Rumos Itaú Cultural Dança 2009/2010 - contemplado no Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural 2009 – MinC);
• Intérprete-criador em H2-2005 (Bruno Beltrão).