RESIDÊNCIA ARTÍSTICA Terra UNA

Interações Florestais 2011

Mapeamento



De: Fernanda Barreto

Ação, SP

A Proposta

A proposta para o período de residência é experienciar o lugar, investigando-o, junto com a comunidade local, históras das práticas cotidianas que transformam os lugares. A desprocupação com a fixidez dos lugares, propondo e revivendo situações indeterminadas, dessa forma articulando uma “geografia segunda, poética, sobre a geografia do sentido literal”1 será o meu ponto de partida. Serão os nomes que orientarão os passos. Investigaremos a relação das lembranças com os lugares, propondo assim a criação de um mapa coletivo.

A construção do mapa não deve estar atrelada a preocupações como escalas, forma e direção, o que será valorizado será a relação do indivíduo com os lugares, suas memórias e relações afetivas, bem como nomes próprios que os habitantes geram aos lugares, atribuindo a eles sua própria classifição.
O mapeamento busca gerar uma outra compreensão e forma de sentir o espaço, valorizando e investigando a relação que tem os moradores locais com o lugar no qual habitam.


1 - Certeau, Michel de. A invenção do Cotidiano. pg. 185

Interação com o Ponto de Cultura

As oficinas irão propor aos integrantes do ponto de cultura relações entre práticas espaciais e práticas significantes.
práticas inventárias de espaços.
O trabalho será feito em três etapas: conversas em roda, investigando histórias pessoais da comunidade local, deslocamento por esses lugares pontuados e construção, com diversos materiais, como lápis, giz, linha, colagem, caneta em diferentes suportes, dessa cartografia/mapa.

Sobre o artista

FORMAÇÃO

FUNDAÇÃO ARMANDO ÁLVARES PENTEADO (FAAP) – 2009 – Bacharel Artes Plásticas sob orientação da dra. Regina Johas

CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES – Centro universitário Belas Artes

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2008 “CASA VAZIA”, exposição coletiva dos alunos da FAAP – Morumbi, São Paulo
“OSMOSE” – Salão Na Bahia, Higienópolis – São Paulo

2010 “ARREBALDES/ARREDORES/CERCANIA” – MAB centro, Ed. Lutetia – São Paulo
35˚ SARP – Salão de arte de Ribeirão Preto nacional-contemporâneo


EXPOSIÇÕES COMO INTEGRANTE DO COLETIVO 3D

2008 “VERBO” – Galeria Vermelho – São Paulo

2009 “PRÊMIO ENERGIAS NA ARTE“ – Instituto Tomie Ohtake – São Paulo
“VERBO” – Funarte – São Paulo

Comentários

1. Tiago Folador Galter
02/02/2011 12:40
As intervenções são demais de boa, gostei muito de mapear artisticamente Terra Una e informar essas memórias...
2. Mariana de Matos
01/02/2011 13:06
seu projeto parece ser parte da minha proposição. voto em você por acreditar que
seria extraordinária esta proposição pra
terra una!
3. Aline Midori
24/01/2011 16:11
Olha, Fernanda, se o tridimensional do mapa te despertar interesse, será um prazer contribuir, viu?
O globo terrestre espetado, a conectar pontos geográficos opostos, a pontuar fatos históricos, que tal?
E os corpos humanos, com seus mapas de meridianos energéticos, a orientar terapias?
Se a roda estiver aberta, quero entrar!
Abraço da Midori
4. Leonardo Motta Campos
20/01/2011 13:27
...desde de criança sempre gostei de mapas...
.....gosto de pensa que ele serve para nos acharmos.....e ... nos perdermos......
....a prospota é muito boa...
....
...e a interação com o ponto de cultura...
..tem sintonai com a minha proposta ....
....tb proponho de utilizar localizar lugares de afetos da comunidade local....e então neste locais fotografa-los com espelhos....
...vc tb utiliza este material humano...
..que não verdade é o que dá suporte para a construção de seu mapa...
..um mapa que (des)orienta no tempo e no espaço...
....
..ah... é a proposito...
..gostei muito dos estencil no chão....
...
..boa sorte..
..espero nos encontramos lá..
..
..AoLeo...
...
5. Fernanda Zerbini
17/01/2011 20:16
o desenho da presença
cheia de luz
6. Flávia Paiva
14/01/2011 17:15
Para eu não esquecer da sua proposta anotarei assim:
Fernanda barreto: mapeamento memórias flexíveis. rsrsrs

o que me chama a atenção também é o jogo que vc propõe em suas intervenções no espaço

muito gracioso!



Se quizer me add no face
www.facebook.com/profile.php?id=1157868973

7. JABIRACA BIKE- PA
13/01/2011 22:13
OI fernanda,
será um prazer compartilhar da estrutura com você. curto transitar pelos lugares, percebendo o ENTRE como um não-lugar, o intremeio...

por curiosidade, como são feitos esses trânsitos durante seu processo de mapeamento-ação?

abraços
8. Khalil Charif
13/01/2011 09:26
Obrigado querida Fernanda, pelo seu comentário!
Que possamos sim "con-viver" lá e aqui... que já tá sendo ótimo,não é mesmo?!! rsrsr
9. Khalil Charif
11/01/2011 01:23
Das mais interessantes Fernanda!
Proposta aberta, sugestiva, participativa, dialoga com "o outro", com a comunidade, com o local... enfim, dá conta de toda a complexidade que deve ser a experiência lá! Muito bom isso!!!

Esse mapeamento conversa bem com a minha proposta tb...e eu achei isso ótimo!!!

Vi seu blog, eu adorei as "figurinhas repetidas", é muito bom!!! O "des-orienta" tb é muito curioso... O que mais gostei foi o "Sillas Musicales" (desenho-video-performance), achei um barato aquilo!!!
Vem cá, esse projeto do Sillas aconteceu ou ficou no vídeo? Conta pra gente...

Parabéns Fernanda!!!
Vamos mapear, descobrir, revelar...
Na torcida!!!
10. Gilio Mialichi
10/01/2011 20:14
Oi Fernanda

Quanta proposta inscrita de qualidade...cada um com sua poética, objetivo e conhecimento adquirido durante a vida...

Aqui todos temos muito a oferecer e aprender também...e é por isso que estamos juntos nessa.

Aproveito para convidar aos que ainda não visitaram e apreciaram os projetos para fazê-lo. Vale muito a pena...pessoas novas, conhecidos, dúvidas, poéticas semelhantes,surpresas, emoções....diversidade!!!

Minha proposta inscrita é "Homocrisálida"... passem por lá e registrem suas impressões.

Também tenho um blog com imagens de outros trabalhos que contam um pouco da minha história artística. Se puderem visitem:

gilioarte.blogspot.com

Escrevam.......... gmialichi@hotmail.com

Até

Gilio Mialichi
11. Daniel Seda
10/01/2011 19:55
Oi Fernanda,
Sou fascinado por mapas, rotas, caminhos!

Adorei seu trabalho, mapear um local desconhecido é um pouco conhecer a si mesmo, seus próprios limites de percepção, suas possibilidades de deslocamento...

Boa sorte!!!
:D
12. JABIRACA BIKE- PA
10/01/2011 16:44
oi fernanda, prazer fernando. rs

gostei da idéia do mapeamento. é importante que nossa trajetória seja bem fluida pra podermos ter uma percepção psicogeográfica mais ampla. estou propondo construir uma bike pra residencia, acho que vale a pena pensarmos juntos como fariamos uma interação entre as propostas

vamos conversando...
13. Fernanda Barreto
10/01/2011 14:09
obrigada!
14. Gilio Mialichi Neto de Oliveira
08/01/2011 13:41
Oi Fernada

Também já tive a oportunidade de ouvir Regina Johas...foi ótimo, ela foi muito generosa com os artistas. Foi no SESC Ribeirão Preto no Salão de Arte da Juventude 2009.

Adorei sua proposta. Os registros são documentais e com isso fará muitas informações surgirem, resurgirem e propagadas.

Boa sorte

Gilio Mialichi
15. Giovanni Ferreira de Souza
02/01/2011 01:20
Muito boa a sobreposição de lugares físicos/marcados com as vivências ocorridas nesses lugares, como um mapa de situações.

Parabéns Fernanda