RESIDÊNCIA ARTÍSTICA Terra UNA

Interações Florestais 2011

MECHA EM TRAMAS



De: Flávia Paiva

Ação, SP

A Proposta

Instalação e Performance

Ligar pessoas. Trama de mechas de cabelos naturais. Cabelos fora do corpo, pedaço do corpo, que me leva ao outro, o indivíduo, do que está fora do meu corpo, em relação ao meu dentro.

Objeto de pesquisa: Mechas de cabelos cedidas.
Interconexão com a redweb. Trocas de poéticas pessoais.

O relacionamento entre pessoas alimentado pelo diálogo constante é o que sustentará a criação de uma rede, na coleta de poéticas pessoais de cada participante sendo material para a construção da instalação.
Mechas de cabelo, cedida pelas pessoas, é o objeto de composição da instalação. O convite à participação será feito na busca de conhecer o outro, estabelecer trocas, iniciar um diálogo com o que é do outro criando uma rede. Uma tela a ser preenchida com mechas de cabelos naturais compondo com a arquitetura.
Uma página na web fará parte do trabalho propondo uma continuidade dessa relação entre artista e participantes, também espaço de registro.
Investigar um estado extra cotidiano, no processo individual vivenciando a cada semana um treinamento psicofísico, sensibilizando os sentidos do corpo.
Relação com a comunidade, convidada a participação.

Interação com o Ponto de Cultura

Performance - Processo de criação
Levantar as questões do individual para o universo do coletivo, os signos relevantes para o performer, estarão dados como portais para outras possibilidades de imagens.
Apresentando processos de criação com referência de artistas do contexto contemporâneo da arte o participante colocará em discussão de forma prática o processo de criação, experimentando procedimentos e treinamentos disponibilizando o corpo que estará em confronto com o objeto exterior a ele.
CARGA HORÁRIA: 3 Encontros de 3 horas, uma vez por semana.
Convite à participação em intervir na apresentação final do projeto de residência.
1o encontro
Levantamento do conhecimento prévio
Apresentação de artistas, procedimentos e treinamentos psicofísicos
Objeto exterior ao corpo: experimentos e ações
Corpo: aquecimento e consciencia corporal
2o encontro
desenvolvimento e evolução do 1o encontro
Corpo: relação e conexão com o espaço e o outro
criação de imagens a partir do material levantado
3o encontro
Discussão: interdisciplinariedade e territórios
Fluxo de pensamento, manifesto
troca de procedimentos
Roda de improviso: finalização
www.performance.site88.net
performancecorpus.wordpress.com

Vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=h3tqEB0OhwU
portifolio pessoal mais processo em performance na PUC

Sobre o artista

Performer e arte educadora, formada no curso de Comunicação das Artes do Corpo em 2007 na PUC-SP. Como arte educadora, atuou em espaços expositivos e oficinas culturais, como a 27 e 28 bienal de arte contemporânea, exposições como Matisse, na pinacoteca, Marina Abramovic (encontro de cinco dias com a artista e perfomando nos 2 dias de abertura de sua exposição), Galeria Brito Cimino entre outros. Participou de oficinas culturais desde 95; Do nô ao Butô, na fundação Japão, técnicas circenses na ELT em Santo André, teatro de animação e bonecos entre outros.
Na performance realizou, Salada de Frutas na Biblioteca Comunitário Waldir de Souza. Itu-SP 2008 (bibliotecacomunitaria.wordpress.com), Festival de apartamento 2009 (lordevelho.blogspot.com); Acumulando Fios, no I Fórum Estadual da Performance, Automóvel Clube, Bauru SP 2007 e no mesmo evento com a pesquisa da puc (performance007.blogspot.com);
Este ano realizou exposição do registo fotográfico da performance "De uma ponta a outra" parceria com as fotógrafas Camila de Paz e Paricia Marioli Casa da cultura de Bertioga; Mostra casa 20, espaço de trocas e idéias entre brasileiros e argentinos e moradores da casa.
Entre outros.

Comentários

1. Vanessa Moutinho Lima
02/02/2011 16:58
Eita coisa cheia de significado... Já guardo meus cabelos pra essa arte! Eles são pra mim muito simbólicos da beleza, do mistério, da revelação e do apego... O cabelo sempre se vai junto com um tanto de coisas que nascem com ele. Tecer essa trama de fatos nossos com os dos outros dá um bela e complexa história...
Boa sorte na tecedura!
2. Flávia Paiva
29/01/2011 11:20
http://soundcloud.com/user9191787/marina-abramovic-translation
só uma dica.
3. Daniel Seda
28/01/2011 21:39
Oi Flávia,
Mais uma referência de trabalho pra você
http://www.zupi.com.br/index.php/site_zupi/view/arte_com_fios_de_cabelo/

O link chega até mim e eu tô só repassando, na internet existe um ditado: "A informação quer ser livre!"
:)
4. Aline Midori
28/01/2011 21:39
Olha, moça, Mechas em Tramas, faz pensar em Artes da Fibra, e como você citou, parte do corpo, pedaço do corpo... nossas fibras musculares, estendidas, tensas, descansadas... já imaginou pentearmos nossos músculos? Talvez um boneco incorpore esta! Sei lá, isso é que dá pôr nossa cuca pra experimentar!
Abraço da Midori
5. Renata Borges
28/01/2011 21:05
Eee, Flavinha! Que bom te encontrar por aqui!!!
Boa sorte pra vc e vamo que vamo!!

Beijos
6. deborah cimini
28/01/2011 18:11
oi flávia,

gratidão também querida!
compartilho dos seus sentimentos...
já é! =)
beijos.
7. Rosa Yazigi
28/01/2011 00:01
Olá Flávia,
Uma rede de seres que buscam arte, diversidade, presença e amor, será vivo e intenso, algo mágico e gratificante para todos que participarem de Terra una, principalmente em dias que o contato é mais virtual que real. Nossas almas necessitam de novas tramas de mechas, de vidas, de estórias e de descobertas.
Vamos nos encontrar e descobrir conectadas em uma rede UNA.
Um forte abraço!!!
8. Douglas Pego
24/01/2011 13:01
Oi Flavia,
Demorei mas cheguei. Acabei de ler com muita atenção sua proposta. Gostei muito!!!
Tenho uma amiga que trabalha muito com cabelos. Daniela DeMoura. Da uma olhadinha no blog.

Muito bonito isso da ligação das pessoas se estabeler pelas mechas de cabelo. Vc ira criar uma rede...essa parte eu nao entendi muito bem.

A troca ira acontecer entre as pesoas da residencia, da comunidade locl, o de todos?

Vc nunca fez esse trabalho antes não né?! É uma proposta nova, feita pra ca!

ta dificil escolher so 9 votos né? tem muita coisa boa.!!!
9. Amanda Freitas
23/01/2011 21:53
Cabelo é memória!

Sempre tive uma relação muito forte com meu cabelo, desde menina, tinha aquelas brigas homéricas para que não cortassem meu cabelo que batia na cintura ou mais...Um belo dia surtei, queria cortar tudo, comecei a sonhar (literalmente) com isso... então cortei tudo, queria raspar, mas não consegui ir tão longe! Mas foi muito radical. Então eu soube que deveria fazer algo especial com aqueles quase 3 palmos de cabelo. Não propus isso como arte, embora sempre tenha realizado muitos gestos poéticos simbólicos, pessoais para além da arte e da proposição artística. Resolvi enterrar. Algo me instigava no fato de que nas pessoas enterradas o cabelo permanece para além do corpo. Deve estar lá no mesmo ponto até hoje, como que guardado, nem sei...rs
Lendo seu trabalho, achei que era válido compartilhar essa experiência...

Ah, e não posso evitar o comentário...performance com a Marina????? Surreal, meu sonho! uau! Uma oportunidade e tanto, moça!

Boa sorte!

Luz.
10. Thais de Almeida Prado
23/01/2011 19:21
Arte criada a partir da relação com o outro... hum, isso muito me interessa!

CONECTADAS DESDE JÁ NO FACEBOOK! :D

Beijos
11. Deborah Cimini
23/01/2011 11:58
Oi Flávia, sua proposta me interessa muito também! Vejo as redes como a base para o entendimento de toda relação e que estão em tudo mesmo...o que nos liga ao outro e estabelece a interação para além do eu. Pra mim a consciência dessas redes é o que nos permite ter a compreensão de como se dão as trocas, possibilitando relações mais claras e verdadeiras e ampliando as possibilidades de interações já que a partir daí se torna possível explorar melhor esses mecanismos de trocas... perceber o que é do eu e o que é do outro, vislumbrar um fim, um início e onde eles se misturam. O ponto de partida para acessar a magia do mundo...muito bom!
mantendo a conexão.
12. Tiago Cardoso Gomes
22/01/2011 22:04
Oi Flávia!
Já te adicionei no Face!
Adorei tua proposta, se ainda tivesse cabelo par doar já estaria doando.
Abraços.
13. Tiago Folador Galter
21/01/2011 20:27
Que beleza de ligação Flávia, os cabelos contam um pouco de cada um de nós e guardam memórias de nossas vidas, quero muito ver essa interração cabeluda...Sucesso ai em Sampa.
14. Mariana Soares
20/01/2011 11:25
Oi Flavia,

Eu lembro de vc da edição passada. To com um pacote de cabelo aqui em casa, fui cortando e guardando,acho que vc saberia muito bem o que fazer com ele!!

Um abraço!
15. Mariana Vilela
20/01/2011 10:03
Tramas, enrredo, cabelo...
Quais são os fios que nos ligam?

Boa sorte!
16. Daniel Seda
20/01/2011 09:41
Oi Flávia
Olha só que interessante o trabalho dessa artista, lembrei do seu trabalho na mesma hora
http://www.amusingplanet.com/2011/01/adrienne-antonson-makes-insects-out-of.html

abraços
:)
17. Leonardo Motta Campos
20/01/2011 02:01
...flavia...deiuma olhada.. no seu fotolog...
...gostei bastante...
..realmente...em alguns momentos nossos pensamentos...dialogam....
....sempre tive interesse pela linha como um elemento do trabalho...
...com certeza teriamos excelentes trocas em terra una..
..boa sorte para gente..
..
..um abraço..
..aoleo...
18. Luís Felipe Branco Volpe
20/01/2011 01:18
Firmeza total seu projeto Flávia.Ainda bem que eu não sou mais careca.Assim, se tudo fluir, eu posso contribuir !
Vamo q Vamo !
Valeu !
19. Marcela Antunes
18/01/2011 17:24
Olá Flavia,

que belas imagens há em sua pagina!
fios e elos*
vou te adicionar no FB

tudo de bom*
bjkssss
20. Fernanda Zerbini
17/01/2011 18:58
parte todo amor
presente
muita luz
comunhão
agradeço
21. Douglas Pego
17/01/2011 17:47
oi Flávia,

Sobre a iteração ser com adultos e não com crianças e só por um motivo de segurança. A cerâmica se quebrar pode cortar. São crianças, e eu não posso assumir responsabilidade por ela. Nesse caso é perigoso. Adoraria que varias pessoas tivessem essa experiência do piquenique...

Sobre sua pergunta: Ficaria sim o mês todo nessa situção.Essa é a proposta. Espero que seja viavel e possivel.

Vou dar uma olhada nas propostas ...
em breve asso na sua!

até.
Pego
22. Giovanni Ferreira de Souza
17/01/2011 10:34
Valeu Flávia pelas palavras...
também quero muito trocar ideias e experiências de trabalho e vivência... espero dividir muito esse tempo de residência!
ñ tenho facebook, sou um pouco alheio às redes sociais, heheh
abração querida e já vamos falando!
23. Gilio Mialichi
17/01/2011 09:51
Olá Flávia,

Obrigado pelo convite do Face, mas eu não tenho. Tenho blog: gilioarte.blogspot.com

Até

Gilio Mialichi
24. Elvis Almeida Oliveira
16/01/2011 16:24
Oi, Flávia!!!
Esse blog é da minha amiga Julia Pombo organizadora do Neblina.
A cozinha surgiu naturalmente no périodo em que dividia atelie com mais uns cinco amigos e sempre recebiamos visitas. Dedicavamos um horario do dia para nos encontrarmos na cozinha, era o momento que todos paravam seus afazeres e se reuniam em torno da mesa, ali conversavcamos sobre tudo, era um momento de compartilhar as ideias e todos se envolviam na produção do rango. No Neblina reavivamos um pouco disso e vou tentar fazer o mesmo em Terra Una. É uma pausa!!!
25. Filipe Fernandes da Costa Vaz
15/01/2011 22:47
Olá Flávia,

gostei do teu vídeo.Dei uma olhada no teu fotolog e wix também.
Já que és de Sampa,podiamos combinar para uma conversa, deixo o convite para conheceres a Jmabrohouse.

Tenho interesse em no assunto da arte educação,principalmente na questão dos resíduos, aaa e nos seus desdobramentos. solicitei no face ,tá!?

Um beijo...e sorte no TerraUna.
26. Flávia Paiva
15/01/2011 13:15
resposta a Angelo:

pois é Angelo!
fiquei 5 dias com ela, fui convidada a fazer performance na exposição dela que aconteceu na galeria Brito cimino em 2008! eu e mais 4 performers. e nesses 5 dias ficamos juntos, pois ela quis conhecer todos, nossos trabalhos, nossas histórias, e contribuiu muito dando uma grande aula para nós. Ela é de fato incrívelmente sensível.

espero te ver no terra una!
Flá.

se quizer me add no face

www.facebook.com/profile.php?id=1157868973
27. Angelo Luz
15/01/2011 12:33
Oi Flávia! Valeu pela visita nos vídeos! Gostei da sensibilidade da sua proposta, minuciosa, sintética...representa muito bem o feminino. Parabéns!

Vc performou com a Abramovic? AAAAAA...morri!

Bjos!
28. Flávia Paiva
14/01/2011 16:27
Resposta a Ana reis

De fato ana, são extensões de nosso dentro e o que mais me instiga é a relação com esse material orgânico sendo objeto artistico!
29. Cindy Quaglio
12/01/2011 10:35
Cheguei no seu projeto!
muito interessante fazer uma trama com fibra humana, sempre usamos fibras de outros seres e ou sintéticos, me instiga pensar em tecer com cabelos... seria um prazer participar dessa experiência, e se quiser podemos realizar treinamentos juntas...
vamos falando
30. Ana Elisa Carramaschi
12/01/2011 02:42
(ops foi mal os erros de português.. não reli antes de postar)
31. Ana Elisa Carramaschi
12/01/2011 02:41
Oi Flávia,
Penso a troca na experiência que se da a partir convívio mesmo... No sentido que a forma que ela terá é determinada a partir da relação que a gente constrói na residência... Concluo isso a partir de uma experiência anterior de residência.
Mas a princípio gostaria muito de trabalhar com outras pessoas (como fiz em 1 dos meus vídeos) como personagens, ou "modelos"... Pois muitas vezes sou eu mesma a protagoniza-los! Busco essa troca em minha proposta...Boa sorte para nós!!!
Beijoss
32. Ana Reis Nascimento
11/01/2011 19:39

acho muito estranho q os cabelos e as unhas continuam crescendo depois que morremos. sempre imagino isso e me parece q é como se tivessem uma vida própria...
33. Daniel Seda
10/01/2011 02:27
Oi Flávia,
Cabelo e energia tem mesmo uma relação estreita! Vendo seu trabalho lembrei que tenho uma série de trabalhos (ainda inacabados) onde junto meus próprios cabelos cortados (faço isso de modo corrente desde o ano 2000) com pilhas usadas em um mesmo recipiente de vidro. São alguns recipientes assim compostos esperando por uma definição, um fim.

Quem sabe depois de ver o seu trabalho ser feito eu não me animo a continuar essa série?

Quem, além do tempo, sabe quem irá de fato a Terra Una?
Torçamos, e votemos
:))
34. Gilio Mialichi
09/01/2011 21:36
Oi Flávia

Quanta proposta inscrita de qualidade...cada um com sua poética, objetivo e conhecimento adquirido durante a vida...

Aqui todos temos muito a oferecer e aprender também...e é por isso que estamos juntos nessa.

Aproveito para convidar aos que ainda não visitaram e apreciaram os projetos para fazê-lo. Vale muito a pena...pessoas novas, conhecidos, dúvidas, poéticas semelhantes,surpresas, emoções....diversidade!!!

Minha proposta inscrita é "Homocrisálida"... passem por lá e registrem suas impressões.

Também tenho um blog com imagens de outros trabalhos que contam um pouco da minha história artística. Se puderem visitem:

gilioarte.blogspot.com

Escrevam.......... gmialichi@hotmail.com

Até

Gilio Mialichi
35. Aline Midori
08/01/2011 13:58
Ei moça, sabe o que brota do que seu trabalho inspira? "Grisalhos, alhos e bugalhos"!
Caso você, além de curtir comer pipoca uma por uma com ohashis, aceite fios grisalhos tirados com a pinça, será uma primeira forma de interagir artisticamente com meus cabelos brancos, já que nunca pintei ou arranquei.
Rende material para bordar?
Fantástica proposta,Flavia, muitas jubas vão se animar!
Abração
Midori
36. Khalil Charif
08/01/2011 02:17
Flávia,
Obrigado pelas suas observações, fico feliz por essa nossa troca aqui, por essa sintonia de perspectivas, ideais, inquietações...

Se vc postar mais vídeos, dá um toque, adorei os detalhes...

Vamos nos falando...


37. Flávia Paiva
07/01/2011 21:33
2. Flávia Paiva
07/01/2011 20:40muito bons os seus questionamentos em relação ao meu trabalho, me motiva, me inquieta e me impulsiona. rsrs

o pequeno video que vc viu, é um trabalho bem especial para mim, fez parte de todo um work in progress realizado em projeto final na facu, onde o tema ela monstros, acumulação, horror vacui e toda essa mitologia... cada criador partiu para um caminho que encontrasse relação com o seu subjetivo, sendo no coletivo 9 performers, com orientação de Lucio
Agra e outros professores das artes do corpo...
enfin
eu fui para esse tema em relação ao horror vacui, e como pesquisa de movimento a mecanica da 'repetição'.
criei essa persona que me rondava, uma persona suicida, e apartir dela um acumulo de referencias onde eu ia me apropriando e criando dialogos.... bem... naquelo video o foco era na repetição daquela queda, q depois tbém se desenvolveu... e estava a Beth Davis como pano de fundo, mais as questões sobre morte-vida, infancia, decadencia, ironia do sangue de mentira existentes nos freaks, e o mais instigante e inquietante o suicidio como investigação.... " bem, uma artista cubana, chamada Ana Mendieta, que viveu a vida em um orfanato nos USA, considerada orfã de pais vivos... e nesse contexto social fez suas performances... e um fato tira a sua vida, uma queda de um prédio... não sabem se foi jogada ou se jogaram ela em um elevado andar do predio... enfin... só sei que toda fez que eu ia ver o trabalho dela exposto na 27 bienal, eu me arrepiava e isso foi o inicio de um processo inquietante nesse meu trabalho.
Bem, não estou com o material de registro disponivel por enquanto, pois as artes do corpo tem dessas efemeridades. rsrsrs

Só contei toda essa historia, a partir da sua que conta abaixo no seu scrap! e para mim, faz muito sentido o pano de fundo, o que nos motiva, o que nos faz criar e usar a arte como instrumento de expressão.
Necessidade!
e como você tenho a minha inquietude, incorformidade e curiosidade perante as coisas, rsrsrs !
-------------------------------

Tá a redweb...
bem, não é o protagonista da minha proposta... mas um ator muito importante para criar a relação entre as pessoas que participarão da 'rede de cabelos'
será um espaço de registro, e cada pessoa que entrar também poderá atuar nesse espaço. Mas ele é uma continuidade da residencia, então posso falar mais dele depois. mas basicamente é isso! o foco na residencia é a relação presencial, os ações que poderemos criar juntos! calma o meu processo artistico é uma trama mesmo, uma coisa liga a outra que leva a outra, sempre estando nesse work in progress.

Flávia Paiva
38. Khalil Charif
07/01/2011 02:05
Vi seu portfolio no youtube, o seu fio-condutor de poesia sugere muito... "ligar pessoas" já é uma frase/imagem linda, potente... realizar -imagino eu- deve ser uma experiência que merece muito ser vivida.

Gostei bastante das suas ações mais "físicas", como aquele salto no espaço, caindo nos braços das pessoas... Dá pra ir longe com aquilo! Queria ver mais coisas dali, pena que é curtinho...rsrs

A questão da rede é outra que achei central aqui na sua proposta. Mais até que a coisa das tramas, dos cabelos em si... Ela, e o ligar pessoas, já valem a investigação...

Sobre a interação, bem, eu já gosto muito da performance como linguagem, achei ótimo propor isso no ponto de cultura... pode ser uma experiência libertadora pra comunidade...

Só não entendi muito bem essa coisa da interconexão redweb, se vc tiver chance, fala mais dela aqui pra nós...

Espero que vc ACONTEÇA lá...
39. Aline Cristina da Silva
04/01/2011 19:31
Oi Flavia!

Nossas propostas estao caminhando juntas!!! Tambem posso te dar um pouco do meu cabelo... Sei la, fico imaginando "que por um fio" liga-se um ao outro (vc e outro)... E assim vai!
To curiosa como essa mexa estara na web. UHULLLL E VAMOS LA!!!!

Um forte abraco e te cuide!!!

Vms conversar mais sobre o teu trabalho pois tem muita sensibilidade...
Sucesso que teu tabalho e show!
40. Gilio Mialichi
04/01/2011 16:03
Oi Flávia, boa tarde

Sua proposta é bem orgânica e estabelece cooperação...se precisar de uma mecha minha pode pegar...rsrs!!
Seu método de registro e comunicação é muito rico também e promove a troca.

Parabéns e boa sorte

Gilio Mialichi
41. Flávia Paiva
04/01/2011 12:45
Quem quizer pode add:

http://www.facebook.com/home.php#!/profile.php?id=1157868973
42. rodrigo d'almeida
02/01/2011 21:58
Olá Flávia,aqui estamos nós participando novamente deste evento artístico único que é o interações florestais. Sua proposta é linda e mais uma vez tem meu voto.
Espero ver e colaborar com seu trabalho em Terra Una.

Mechas, eu não tenho,
meu cabelo é curto,
mas palavras oriundas do meu coração
tramam e tecem,
dialogam e criam,
na tela das relações,
uma cabeleira de cores variadas.

Um abraço e feliz caminhada neste ano novo.
43. Ana Laura Duarte Martins Estaregui
01/01/2011 15:17
Flá! Acho a proposta das mechas interessantíssima! E o trabalho da performance com o fio também é lindo!

Parabéns! Tem o meu voto! ;)